Notícias

04 set

Especialistas ensinam 3 dicas para falar com o parceiro sobre mau hálito

Uniero_-_Blog_-_Especialistas_ensinam_a_falar_com_parceiro_sobre_mau_halito
De acordo com a Associação Brasileira de Halitose (ABHA), cerca de 50 milhões de brasileiros (30% da população) sofrem com o mau hálito. Os números são preocupantes e se torna ainda pior quando alguém próximo, ou até mesmo um parceiro, faz parte desta estatística.
Segundo especialistas, por mais que o sentimento seja essencial na relação, o problema de mau hálito pode afetar diversos ponto do relacionamento, inclusive a sua intimidade. A solução é conversar abertamente sobre o assunto com o parceiro.
Segundo outra pesquisa realizada pela ABHA, 99% dos portadores de mau hálito disseram que queriam ter sido avisados sobre o problema. Por isso, separamos algumas dicas que podem diminuir o desconforto e ajudar o seu parceiro.
 
– Seja compreensível
Quem sofre de halitose (mau hálito) normalmente tem fadiga olfatória, ou seja, ela se acostuma com o problema e não sente o próprio hálito. Segundo especialistas, um motivo importante para alertar uma pessoa sobre o problema é saber que este pode ser um sinal de um problema mais sério de saúde. Em alguns casos, o mau hálito pode ser uma forma do organismo avisar que existem problemas graves em outras partes do organismo. Quanto mais cedo avisar, mais cedo iniciará o tratamento.

– Seja sincero
Para driblar o constrangimento, como quem não quer nada, pergunte ao parceiro o que ele comeu, pois sentiu algo estranho em sua boca. Caso ele não entenda, com uma nova oportunidade, faça a pergunta novamente e sugira que ele procure um dentista para ver se está tudo bem.

– Seja controlado
Se a conversa não for encarada da melhor forma, explique sobre os benefícios do tratamento bucal em todos os setores da vida. É importante destacar que o parceiro é a pessoa mais indicada para falar sobre isso, com delicadeza e mostrando interesse em ultrapassar esse crise, juntos.
 
Vale ressaltar que estas dicas valem para todos os tipos de relacionamento, inclusive entre amigos. Em caso de dúvidas procure um especialista ou entre em contato conosco clicando aqui.

RECEBA NOVIDADES NO EMAIL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Selecione uma cidade