Notícias

15 fev

Os riscos do ar condicionado

Uniero---Blog---Os-riscos-do-ar-condicionado
Ao realizar a montagem de nosso consultório odontológico, procuramos por modos de trazer mais conforto e comodidade ao ambiente, por vezes esquecendo que alguns itens podem ser nocivos para a qualidade do dia a dia a longo prazo. Usado para manter uma temperatura agradável no ambiente, o ar-condicionado é um desses itens.

O ar-condicionado geralmente está presente na recepção do consultório e dentro do ambiente em que ocorre a consulta. O grande problema desse aparelho é que ele não faz a renovação do ar. Ou seja, um ambiente fechado pelo qual passam dezenas de pessoas por dia apresenta riscos de contaminação no ar, mostrando-se um quadro muito perigoso. Além disso, deve-se levar em conta que a falta de manutenção do aparelho leva à proliferação de fungos e bactérias no ambiente.

O Artigo 5º da Portaria número 3.523 avalia que o sistema de climatização deve ser higienizado periodicamente com produtos biodegradáveis, e seus filtros devem ser limpos ou trocados. O Artigo também salienta a importância de uma vazão mínima de ar, e a renovação do mesmo por meio de um aparelho exaustor.

Para resolver o problema, é necessário adquirir um ar-condicionado que possua dispositivo de retirada do calor interno para transferência externa, garantindo a renovação do ar. As janelas dentro do consultório são obrigatórias, então é recomendável deixá-las abertas por algum período do dia. Ventiladores e circuladores de ar são terminantemente proibidos no ambiente em que acontecem as consultas, mas podem ser utilizados na sala de espera.

RECEBA NOVIDADES NO EMAIL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Selecione uma cidade